Para que servem os transportadores industriais?

Existem vários tipos de transportadores industriais, para diferentes usos. Os mais comuns são os de correia, de roletes, motorizados e aéreos. Eles podem ser categorizados como transportadores de piso (montados no chão) ou aéreos (suspensos). São usados para movimentar produtos, criar buffers e entregar produtos em sequência num processo de produção.

Power and Free Conveyor

Pronto para o carregamento pelo robô

Quais são os diferentes tipos?

Os tipos mais comuns de transportadores industriais são:

  • Transportador de correia
  • Transportador de roletes por gravidade
  • Transportador de roletes motorizado / 24V MDR
  • Transportador de correntes
  • Transportadores de roletes movidos por correntes / CDLR
  • Transportador por ripas
  • Transportadores aéreos
  • Transportadores Power and Free
  • Transportadores invertidos
  • Sistemas de troles de eixo único
  • Transportadores aéreos over under (por cima e por baixo)

Conveyor types

Por que as pessoas usam transportadores em fábricas?

Engenheiros industriais incluem transportadores em suas instalações produtivas para:

  • Mover produtos do ponto A ao B (evitando desperdício de tempo ou para reduzir movimentos de empilhadeiras, etc.).
  • Transportar produtos que são muito pesados para serem levantados manualmente.
  • Mover simultaneamente um produto enquanto os operadores estão trabalhando nele (ou adicionando peças a ele). Como um transportador de montagem final em uma fábrica de automóveis.
  • Apresentar produtos a um robô para processamento ou para receber produtos processados de um robô.
  • Armazenar produtos entre processos ou na etapa final do processo.
  • Criar um buffer ou banco de acumulação (ou seja, um sistema de armazenamento flexível em que a quantidade de produtos armazenados pode ser menor ou maior, conforme o necessário para equilibrar o fluxo do processo).
  • Evitar lesões por movimentos repetitivos nos trabalhadores e para evitar danos aos produtos causados pelo movimento.
  • Sequenciar ou reordenar produtos entre processos. Transportadores como os power and free podem realizar isso.

Também são usados para transportar material a granel, como cascalho ou minério de ferro.

Os transportadores são um dos tipos mais flexíveis de equipamento industrial e, quando corretamente especificados e instalados, podem melhorar drasticamente a produtividade, eficiência e segurança. A Ultimation tem soluções tão acessíveis quanto um transportador de roletes de US$ 50 ou tão sofisticadas quanto um sistema de transporte totalmente automatizado de US$ 5 milhões.

Como escolher o tipo certo de transportador

  1. Normalmente, começamos com as informações básicas do produto. É útil entender o papel produtivo que seu transportador desempenhará. Será mover peças, armazená-las, reordená-las ou fornecer uma superfície de trabalho onde são trabalhadas enquanto se movem? Dependendo desses fatores, podemos selecionar os vários tipos de transportadores disponíveis e ver quais podem fazer o trabalho e fornecer os melhores benefícios.
  2. Em seguida, vêm as restrições. O espaço disponível em ambientes de produção pode ser muito limitado. E, embora os transportadores possam aumentar muito a produtividade, eles também podem atrapalhar outras operações, de modo que o espaço que ocupam precisa ser cuidadosamente considerado. Isso também vai definir nosso próximo ponto de decisão: onde o transportador opera (se será de piso ou suspenso).
  3. Os transportadores às vezes são categorizados como transportadores de piso ou transportadores aéreos, já que isso geralmente é um importante fator de diferenciação. Transportadores aéreos podem ter muitas formas diferentes (confira aqui os diferentes tipos), mas todos compartilham o benefício de que o transportador em si é montado acima da peça que está se movendo e, portanto, usam um espaço de produção que não é ocupado por outros equipamentos. Isso pode permitir que o espaço suspenso do transportador aéreo se torne produtivo, podendo ser usado para um buffer ou local de armazenamento. Se houver mais espaço disponível, os transportadores de piso podem ser mais adequados. Estes incluem transportadores de correia, transportadores de roletes por gravidade, transportadores de roda de skate e transportadores de ripas.
  4. Considere como o carregamento e descarregamento do transportador deve ser feito. Alguns processos exigem um posicionamento preciso da peça (como para o carregamento ou descarregamento do robô). Transportadores equipados com ferramentas, paletes ou carregadores podem suprir isso, enquanto uma correia simples ou transportadora de roletes por si só não pode manter a peça em um local preciso.
  5. A velocidade necessária e o investimento disponível podem direcionar a escolha para sistemas transportadores mais simples e acessíveis ou exigir linhas transportadoras automatizadas mais sofisticadas.

Confira abaixo um breve resumo dos tipos de transportadores mais comuns.

Transportador de correia

Às vezes chamado apenas de “esteira” pelos nossos clientes, um transportador de correia é um dos mais simples que existem. Move peças e partes de uma extremidade para outra. A velocidade pode ser variável, com um drive de velocidade variável. Transportadores de correia não podem ser usados como uma superfície de trabalho, não podem ser usados para apresentar peças a um robô e não podem armazenar em buffer ou sequenciar partes. Mas sua simplicidade faz dele um dos tipos mais comuns. Pertencem ao grupo dos transportadores de piso. Saiba mais sobre eles aqui. Pronto para comprar? Conheça as opções disponíveis em nossa loja online.

belt conveyor

Movimento simples e econômico de partes e peças

Transportador de Roletes por Gravidade

Também é um dos tipos mais simples e acessíveis. Uma série de rolos montados em uma estrutura lateral fornece a superfície de rolamento. Quando montado em um ângulo inclinado, as peças se movem sozinhas. No entanto, se transportadores por gravidade forem usados para partes de diferentes tamanhos e pesos, pode ser difícil controlar a velocidade e o ângulo. Partes deslizando umas contra as outras podem causar danos. Mas, ao evitar que os trabalhadores tenham que carregar as peças do ponto A para o ponto B, um transportador de gravidade é muitas vezes um excelente ponto de partida para a melhoria da produtividade. Saiba mais sobre eles aqui. Pronto para comprar? Confira todas as opções disponíveis em nossa loja online.

Roller Stand

Permite que os produtos deslizem ou rolem por um declive

Transportadores de correntes

Os transportadores de correntes montados no piso são ótimos para itens pesados e especialmente para itens que possuem uma superfície inferior irregular. As correntes fornecem dois ou três pontos de contato na parte inferior da carga e, à medida que se movem, levam o produto para frente. Eles são usados para transportar paletes e grandes recipientes industriais. Se necessário, os produtos podem ser montados em um suporte, ou “skid”, que pode ser carregado ao longo das correntes. Este é um equipamento comum em fábricas de automóveis. São pesados e geralmente se movem em baixa velocidade. Saiba mais sobre eles aqui. Pronto para comprar? Confira todas as opções disponíveis em nossa loja online.

Chain conveyor - Ultimation

Estação de trabalho pesado

Transportador de roletes ativo / Transportador de roletes com corrente (CDLR)

Se combinarmos os rolos de um transportador por gravidade com as correntes de um transportador de corrente, podemos unir os rolos, adicionar um motor e uma caixa de engrenagens e agora temos um transportador de roletes ou um transportador de roletes ativo acionado por corrente. Às vezes as pessoas na indústria usam o acrônimo CDLR (sigla em inglês para Chain Driven Live Roller). Este é um transportador de piso para cargas pesadas, que pode transportar paletes, assentos (em skids ou paletes), pneus, recipientes industriais e uma infinidade de produtos. Se forem instalados suportes plásticos soltos sobre os rolos, como mostrado na foto abaixo, eles podem acumular ou colocar o produto em buffer, pois os roletes podem continuar em movimento mesmo que o produto no topo esteja parado. As correntes unem os rolos lado a lado. Saiba mais sobre eles aqui.

chain driven roller conveyor

Movimento de correntes motorizado com buffering (acumulação)

Transportadores de roletes motorizados – Transportadores de 24v MDR

E se colocarmos o motor dentro do rolo transportador? Estes modernos transportadores estão no centro dos sofisticados centros de distribuição atuais. Com altas velocidades de até 60 metros por minuto ou mais, seus pacotes da Amazon, pacotes de correspondência ou outros itens entregues em casa provavelmente passaram por quilômetros deste tipo de transportadores. Utilizando um ou mais rolos motorizados para criar uma série de zonas ao longo do transportador, o rolo motorizado é conectado aos outros rolos na mesma zona por correias plásticas ou reforçadas. Os sensores fotoelétricos ligam e desligam os motores e as peças se movem para a próxima zona quando houver espaço disponível. Desta forma, as peças nunca se tocam, evitando danos. Isso é chamado “acumulação de pressão zero” e é um benefício muito valioso. Sabe o que é melhor? Você pode converter um transportador por gravidade em um motorizado. Saiba mais sobre os motores e como transportadores MDR funcionam neste link. Pronto para comprar? Temos uma gama de transportadores MDR, motores e fontes de alimentação disponíveis em nossa loja online.

Movimento automático de cada item


motorized roller

Rolo motorizado

Transportadores por ripas

Um transportador por ripas (ou taliscas) é basicamente um transportador de correntes duplas com ripas conectadas à corrente e um sistema guia. Isso cria uma superfície lisa na qual podem ser montados equipamentos, suportes ou ferramentas para manter as partes na posição desejada. Às vezes, os suportes também podem permitir que a parte gire 90° ou 180°, como é necessário em vários projetos. Portanto, você pode usar transportadores de ripas como uma superfície de trabalho para operações de montagem. O posicionamento da parte também é bem preciso, então é comum robôs efetuarem a tarefa de carregar ou descarregar as partes em uma ou mais extremidades de um transportador por ripas. Saiba mais sobre eles aqui.

slat conveyor

É possível trabalhar sobre a superfície enquanto ela se move

Transportador de arrasto (empurrado manualmente) por trilho

Falaremos agora sobre a família de transportadores aéreos. Os mais simples são os sistemas de troles empurrados manualmente por trilho. Usando um suporte ou uma viga I como trilho, esses tipos de transportadores são extremamente versáteis, fáceis de instalar e baratos. Podem ser montados acima da superfície de trabalho, com estruturas de aço fixadas no chão ou no teto. Para mais informações sobre os nove diferentes tipos de transportadores aéreos, veja este gráfico. Você pode comprar troles para esses sistemas por menos de US$ 50 cada e os trilhos também têm um preço muito acessível. Saiba mais sobre eles aqui ou compre online. Os sistemas de troles são especialmente populares para operações de pintura e acabamento, pois o mecanismo permanece acima da parte e não é coberto.

beam trolley animation

Mova as partes ao longo de uma viga I ou sistema de trilhos

Sistemas transportadores aéreos motorizados / monotrilho

Um dos tipos de transportadores mais comuns é um transportador aéreo com os troles conectados através de uma corrente. A corrente pode ser fechada (“trilho fechado”) ou aberta, sob uma viga I. Esses tipos são instalados em quase todas as fábricas que produzem grandes volumes. A corrente é movida por um motor com uma caixa de câmbio, e as partes a serem movimentadas são suspensas em troles ou suportes presos à corrente. São usados muitos tipos diferentes para fixação e, para partes complexas, um suporte ou carregador é suspenso para colocar a parte na posição certa. A corrente pode se mover constantemente, ou o sistema pode indexar partes de uma estação de montagem para a seguinte num intervalo predeterminado. Saiba mais sobre eles aqui.

Overhead conveyor

A corrente passa por dentro da viga neste transportador de trilho fechado

Também na família de transportadores aéreos está o power and free. É como um transportador aéreo motorizado comum, exceto pelo fato de ter dois trilhos. Em um deles, a corrente se move continuamente. No outro, os troles são movidos ao longo da corrente através de mecanismos chamados de “pusher dogs”, instalados em intervalos regulares. Quando dois troles fazem pressão um contra o outro, os pusher dogs podem deslizar por cima. Da mesma forma, uma “lâmina de parada” pode ser usada com um cilindro pneumático para replicar essa geometria. Isso permite aos troles iniciar ou parar o movimento virtualmente em qualquer ponto do sistema. Essa versatilidade torna os transportadores power and free talvez o tipo mais produtivo de transportador aéreo. Eles podem iniciar, parar, acumular e reordenar partes com comutadores. Saiba mais sobre eles aqui.

Power and Free Conveyor

Pronto para o robô carregar

Transportadores over under (por cima e por baixo)

Como o nome indica, eles passam por cima e por baixo. Disponíveis nas versões push (de arrasto, ou manualmente empurrados), motorizado e power free.

Over under conveyor

Um transportador power and free por cima e por baixo

Transportadores power and free e monotrilhos invertidos

Eles são idênticos a seus modelos aéreos, exceto pelo fato do trilho estar no chão e a carga ficar acima do trilho. É útil em aplicações de acabamento para evitar que poeira ou óleo goteje sobre as partes. Amplamente usado nos processos de montagem final em montadoras de automóveis.

jervis_power-free-inverted- conveyor

Transportador power and free invertido

Ajudamos você a escolher o melhor sistema de transportadores

Nossa equipe de engenharia tem ampla experiência no projeto, construção e instalação de transportadores em fábricas de todo o mundo. O processo começa com a garantia de que o tipo de equipamento é apropriado para o produto, as condições operacionais e os volumes de produção. No estágio inicial de um projeto, ficamos muito felizes em fornecer consultoria gratuita para você sobre os diferentes tipos de transportadores e equipamentos de automação. Nos estágios iniciais, fazemos isso através de ligações telefônicas e reuniões online  (videoconferências). Dessa forma, podemos saber mais sobre seus produtos e suas necessidades, mostrar alguns tipos diferentes de equipamentos e conversar sobre os prós e contras de cada tipo. Como muitos dos nossos designs já estão disponíveis nos formatos CAD 3D, também podemos fazer um rápido resumo do que seria um sistema de montagem. Em seguida, provavelmente fazemos uma reunião no local e tentamos limitar nossa gama de opções para os dois tipos de transportadores que proporcionariam mais benefícios pelo menor investimento.